Centro Studi Itália

O Centro Studi di Riabilitazione Neurocognitiva “Villa Miari”, em Santorso, na Itália, foi criado em 2001, pela vontade e dedicação do Prof. Dr. Carlo Perfetti. Como centro de estudos, pesquisa e aplicação, o Centro Studi tem no setor clínico, a fonte inesgotável para desenvolvimento e aprofundamento da reabilitação, tema ao qual se dedicam continuamente a buscar respostas para melhorar a qualidade da recuperação dos pacientes.

Para Perfetti, o Centro Studi representa um ponto de referência para todos os reabilitadores que pretendem estudar e aprofundar seus conhecimentos no campo da Teoria Neurocognitiva. Depois de alguns anos, constitui-se como a sede da Scuola Internazionale di Riabilitazione Neurocognitiva “Carlo Perfetti”, a qual forma reabilitadores e docentes especialistas.

Promove continuamente cursos em vários níveis de aprofundamento, Retiro de Estudos para os profissionais especialistas e um Congresso Internacional anual. Oferece também vagas de estágios a estudantes, que com a prática reabilitativa aprofundam os conceitos aprendidos na teoria.

Como clínica de reabilitação, se estabelece através do apoio de 2 entidades públicas: L`ULSS 4 “Alto Vicentino” e a Comune di Santorso. Oferece 10 leitos para internação dedicados a pacientes de lesões no sistema nervoso central, periférico e dores neuropáticas, sendo que duas delas são para estrangeiros. Por ser uma instituição de referência, disponibiliza vagas mediante um processo de avaliação prévia do paciente e lista de espera.

Conheça mais sobre a “Villa Miari” aqui

CARLO PERFETTI

Carlo Cesare Perfetti é um neurologista, neuropsiquiatra e pesquisador de renome internacional. Nascido em 1940, na Itália, formou-se na Universidade de Pisa, onde se tornou professor, e ali, nos anos 60, iniciou sua carreira profissional como neurologista. Logo ele se aproximou do mundo da reabilitação, fundando e dirigindo a Escola de Terapia de Reabilitação da região da Toscana, em Calambrone (Pisa).
Sua produção científica começa por volta dos anos 70, lançando as bases para uma nova abordagem de reabilitação que leva em consideração as contribuições das ciências básicas e uma visão abrangente do homem. Em 1986, Carlo Perfetti muda-se para Schio, na província de Vicenza, onde assume o cargo Diretor do Depto. de Recuperação Funcional e Reabilitação, formando também um grupo de estudo entre terapeutas e médicos, que aprofundam estas pesquisas, que nomeiam Exercício Terapêutico Cognitivo (ETC), em referência à Teoria Cognitiva da Reabilitação na qual a abordagem é inspirada.
Em pouco tempo, o departamento torna-se um destino para estadias de estudo e treinamento para muitos terapeutas e médicos vindos de todo o mundo. Importantes colaborações nascem com entidades estrangeiras, como a Clínica Neurológica de Insbruck, o Karolinska Institutet de Estocolmo, a Escola Koch de AlliedHe-alth e a Profissão Médica no Japão. Novas instituições de estudo nascem e em 2011, Perfetti inaugura o Centro Studi “Villa Miari” em Santorso, assumindo o cargo de Diretor Científico até 2015, quando sofre um AVC que o afasta de suas atividades profissionais. Apesar disso, continua participando de iniciativas destinadas a aprofundar o estudo do comportamento humano.
Precisamente por causa de sua visão do homem e da recuperação, ele sempre estabeleceu colaborações eficazes com neurofisiologistas, filósofos, linguistas, psicólogos, antropólogos, poetas e outros, profundamente convencidos da necessidade da adoção de diferentes ópticas, da comparação entre elas, e como se relacionam, para assim, alcançar o conhecimento necessário para entender o homem, sua relação com o meio ambiente e orientar melhor todas as atividades de reabilitação. Sua atividade de pesquisa resultou em mais de duzentas publicações, algumas das quais foram traduzidas para inglês, alemão, espanhol, francês, japonês, lituano e grego.